sexta-feira, 30 de setembro de 2011

DF: Licitação para contratação de novas empresas de transporte público

Falta de ônibus, greves e superlotação foram alguns dos motivos que levaram a cassação da liminar que autoriza a circulação empresa Coopatram que faz o transporte de moradores do Vale do Amanhecer até o Plano Piloto.

Um grupo de moradores do bairro montou uma força tarefa, e exigiram atitudes por parte das autoridades. Na segunda-feira (26) conseguiram uma reunião com o administrador, Nilvan Vasconcelos, e DFTrans.

'Um caos que atinge 80% da população do Distrito Federal'. Foi assim que o transporte público foi avaliado pelo diretor do DFTrans, Marco Antônio Campanella, em reunião com moradores de Planaltina. Na reunião novidades foram apresentadas para o sistema de transporte de todo o DF. Segundo Campanella, até 15 de dezembro será lançada licitação para renovar todo o transporte do DF.

Em reportagem, o Alô já havia mostrado uma série de problemas que prejudicam a vida de passageiros do DF. Inclusive a situação em Planaltina.

Para o Vale do Amanhecer será feito um contrato emergencial para levar mais ônibus para a região.

Veja as novidades no transporte de todo o DF:

- Implantação de corredores especiais para ônibus e táxis até o final de 2011;

- Será licitado o sistema de monitoramento da frota equipado com câmeras e rastreadores;

- Implantação do Sistema Inteligente, onde o usuário poderá enviar mensagem via celular para uma central que responderá informando horários e rotas dos ônibus;

- Reforma imediata de 21 terminais de ônibus;

- Planejamento de redistribuição de ônibus e micro-ônibus.

- Além das medidas anunciadas, o diretor do DFTrans manifestou o interesse de reativar empresa pública de transportes TCB em Planaltina.

Fonte: Portal Alô (http://www.alo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=138865)

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

QUINTA-FEIRA, 8 DE SETEMBRO DE 2011

DF: Gama se prepara para o VLP

A Administração Regional do Gama informa à população que a derrubada de eucaliptos na entrada da cidade, em execução, é uma etapa necessária e importante para a construção do Veículo Leve sobre Pneus (VLP). As obras já iniciaram e a retirada das árvores está prevista no projeto. O eucalipto não é uma árvore nativa do cerrado, portanto não há restrições ambientais a sua remoção. Além disto, será feita uma compensação ambiental.

O VLP prevê a construção de corredores exclusivos para ônibus em 42km de extensão no Eixo Sul de Brasília, ligando Santa Maria, Gama, Park Way e o Entorno Sul ao Plano Piloto. A ideia é reduzir de 90 minutos para 40 minutos o tempo de viagem e também o número de pessoas que utilizam carros para ir ao trabalho, uma vez que o novo meio de transporte terá capacidade para atender 600 mil passageiros diariamente e 20 mil por hora em horários de pico. Os ônibus serão articulados ou biarticulados e só trafegarão nas vias específicas. A expectativa é de que a construção do VLP gere 6 mil empregos por ano.

O Corredor Eixo Sul ligará as regiões administrativas de Santa Maria, Gama e Park Way, além do Entorno Sul, ao Plano Piloto. Nesses locais estão localizadas as cidades consideradas de maior concentração populacional do DF. Estão previstas linhas de ônibus expressas (sem interrupções) e linhas com estações de embarque e desembarque, integradas ao Metrô-DF na Estação Terminal Asa Sul. O projeto compreende, além do corredor exclusivo, um centro de controle operacional, 15 estações, 15 passarelas e dois terminais.

Os ônibus circularão em faixas exclusivas, criadas nos canteiros centrais ao longo de quase 42km de corredor. O novo sistema terá ramais no Gama (8,7km de extensão) e em Santa Maria (5,3km). O trecho se tornará único a partir de um ponto de encontro na BR-040, a 27,8km de dois pontos de desembarque no Plano Piloto (Terminal Asa Sul e Rodoviária do Plano Piloto). O sistema terá um padrão de controle operacional semelhante aos projetos metroviários, como é utilizado no Metrô-DF.

Fonte: Agência Brasília (http://www.agenciabrasilia.df.gov.br/)
Postado por Rafael Martins