quinta-feira, 8 de setembro de 2011

QUINTA-FEIRA, 8 DE SETEMBRO DE 2011

DF: Gama se prepara para o VLP

A Administração Regional do Gama informa à população que a derrubada de eucaliptos na entrada da cidade, em execução, é uma etapa necessária e importante para a construção do Veículo Leve sobre Pneus (VLP). As obras já iniciaram e a retirada das árvores está prevista no projeto. O eucalipto não é uma árvore nativa do cerrado, portanto não há restrições ambientais a sua remoção. Além disto, será feita uma compensação ambiental.

O VLP prevê a construção de corredores exclusivos para ônibus em 42km de extensão no Eixo Sul de Brasília, ligando Santa Maria, Gama, Park Way e o Entorno Sul ao Plano Piloto. A ideia é reduzir de 90 minutos para 40 minutos o tempo de viagem e também o número de pessoas que utilizam carros para ir ao trabalho, uma vez que o novo meio de transporte terá capacidade para atender 600 mil passageiros diariamente e 20 mil por hora em horários de pico. Os ônibus serão articulados ou biarticulados e só trafegarão nas vias específicas. A expectativa é de que a construção do VLP gere 6 mil empregos por ano.

O Corredor Eixo Sul ligará as regiões administrativas de Santa Maria, Gama e Park Way, além do Entorno Sul, ao Plano Piloto. Nesses locais estão localizadas as cidades consideradas de maior concentração populacional do DF. Estão previstas linhas de ônibus expressas (sem interrupções) e linhas com estações de embarque e desembarque, integradas ao Metrô-DF na Estação Terminal Asa Sul. O projeto compreende, além do corredor exclusivo, um centro de controle operacional, 15 estações, 15 passarelas e dois terminais.

Os ônibus circularão em faixas exclusivas, criadas nos canteiros centrais ao longo de quase 42km de corredor. O novo sistema terá ramais no Gama (8,7km de extensão) e em Santa Maria (5,3km). O trecho se tornará único a partir de um ponto de encontro na BR-040, a 27,8km de dois pontos de desembarque no Plano Piloto (Terminal Asa Sul e Rodoviária do Plano Piloto). O sistema terá um padrão de controle operacional semelhante aos projetos metroviários, como é utilizado no Metrô-DF.

Fonte: Agência Brasília (http://www.agenciabrasilia.df.gov.br/)
Postado por Rafael Martins

Nenhum comentário: