terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Moradores de Samambaia Norte ganham primeira rodoviária

13/01/2017 - Agência Brasília

Terminal inaugurado nesta sexta-feira (13) foi construído em área de 20,8 mil metros quadrados na QR 1333

MARIANA DAMACENO, DA AGÊNCIA BRASÍLIA

Os moradores de Samambaia receberam na manhã desta sexta-feira (13) o primeiro terminal rodoviário da região administrativa. Essa era uma demanda antiga da população e vai beneficiar cerca de 106 mil passageiros. O espaço começa a operar neste sábado (14), a partir das 5 horas.

Terminal inaugurado nesta sexta-feira (13) foi construído em área de 20,8 mil metros quadrados na QR 1333
Terminal inaugurado nesta sexta-feira (13) foi construído em área de 20,8 mil metros quadrados na QR 1333

“Esse é o 14º terminal inaugurado em dois anos de governo. Ele traz a possibilidade de integração com outras regiões, além de mais conforto e segurança para os passageiros e para quem está trabalhando”, disse o secretário de Mobilidade, Fábio Damasceno, ao destacar que as construções ainda possibilitam o aumento do número de linhas.

Foram investidos na obra R$ 5.484.800,46, financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A entrega faz parte do Programa de Transporte Urbano do Circula Brasília, o primeiro voltado para o setor no DF.

O terreno de 20,8 mil metros quadrados, na Área Especial da QR 1333, em Samambaia Norte, conta com 16 boxes, 66 pontos de estocagem, 99 vagas de estacionamento e quatro paraciclos com cinco vagas cada um. Ainda há banheiros com acessibilidade e lanchonete.

O terminal será ponto de controle para quase 38 linhas, com 194 veículos que farão 955 viagens de segunda a sexta-feira, 539 aos sábados e 380 aos domingos.

A unidade em Samambaia é a primeira a ser finalizada em 2017. No ano passado, foram reformadas ou construídas as plataformas do P Sul, do Guará I e do Guará II, do Paranoá, do Recanto das Emas (duas estações), do Cruzeiro, de Taguatinga Sul e da M Norte, também em Taguatinga. Em 2015, houve quatro inaugurações: Ceilândia, Gama, Riacho Fundo II e Sobradinho II.

Nenhum comentário: