domingo, 14 de abril de 2013

Conclusão das obras do Expresso DF será em dezembro

13/04/2013 - Jornal da Comunidade

Nem mesmo nos fins de semana é possível trafegar com tranquilidade pelas principais rodovias do Distrito Federal. A população das cidades de Santa Maria e Gama depositam as esperanças na implantação do veículo leve sobre pneus (VLP) que consta do projeto BRT - Expresso DF, mas o prazo para entrega do novo sistema, anunciado pelo Governo do DF para junho foi adiado para dezembro.

Os engarrafamentos crescentes em todas as vias de acesso ao centro de Brasília incomodam diariamente a população do Distrito Federal e Entorno e a expectativa é que a situação se agrave ainda mais com a realização da Copa das Confederações no próximo mês de junho. O evento é realizado a cada quatro anos pela Federação Internacional de Futebol (Fifa) e vai servir como teste para a realização da Copa do Mundo de 2014. O jogo de abertura da competição, entre as seleções do Brasil e Japão, será no dia 15 de junho, no Estádio Nacional de Brasília.

Segundo o engenheiro responsável pelas obras do Expresso DF, Samuel Dias, a previsão de conclusão da parte de engenharia é mesmo o final do ano. Ele afirma que não houve alteração nos gastos inicialmente programados para o projeto que previam investimentos na ordem de R$ 533 milhões e que o andamento dos trabalhos está dentro da normalidade. "O ritmo está um pouco mais reduzido nessa parte de terraplanagem e pavimentação por causa das chuvas. O resto das etapas estão sendo desenvolvidos normalmente para que possamos concluir até dezembro", explica o engenheiro.

Samuel Dias aponta que 30% do total das obras já foram realizadas. Após o período de chuvas deve dobrar o contingente de trabalhadores que hoje conta com 800 operários. A previsão é que esse contingente de força de trabalho mais que dobre com a contratação de aproximadamente 1.000 novos trabalhadores a partir deste mês.

Segundo o projeto BRT – Expresso DF, o sistema contará com um corredor exclusivo de 42 quilômetros de extensão que vai interligar as regiões administrativas do Gama e Santa Maria ao Plano Piloto. A expectativa é de atender a uma população de 250 mil pessoas com a possibilidade de reduzir de 90 a 40 minutos o tempo de viagem do Gama e/ou Santa Maria ao Plano Piloto. Os passageiros irão viajar em veículos articulados, com capacidade para 160 passageiros.

As obras do novo sistema de transporte estão sendo gerenciadas pelo Departamento de Estradas e Rodagens do DF (DER) e prevê a construção de dois novos terminais, sendo um no Gama e outro em Santa Maria, além de 15 estações de embarque e mais 15 passarelas ao longo das linhas do VLP.

Alternativas para o transporte

A área de transporte e mobilidade prevê, entre outras ações, o reforço nas linhas de ônibus, especialmente nos dois sentidos das rotas rodoviária/estádio e estádio/rodoferroviária. De acordo com o divulgado, parte da frota estará de prontidão na saída do jogo para atender ao público. Existe ainda a previsão de criação de uma linha de ônibus exclusiva no Parque da Cidade para os torcedores que usarem carros para deslocamento ao estádio. Eles poderão utilizar os bolsões de estacionamento do parque e o transporte público para acesso ao local do jogo. Haverá também o incentivo da utilização do chamado "fan walk", um trajeto isolado para que os torcedores possam caminhar até a arena.

Fonte: Jornal da Comunidade

Nenhum comentário: