sábado, 30 de março de 2013

Governo recebe propostas hoje

28/03/2013 - Correio Braziliense

O Governo do Distrito Federal (GDF) abrirá hoje as propostas econômicas de duas empresas que disputam a Bacia 3, no processo de renovação do transporte público na capital federal. A Auto Viação Marechal, de Curitiba, e o Consórcio HP-Ita, de Goiânia, estão no páreo para assumir a região que engloba Núcleo Bandeirante, Samambaia, Recanto das Emas, e Riacho Fundo 1 e 2, com uma frota de 483 ônibus. Vencerá a companhia que apresentar a melhor opção de serviço e o menor valor de mercado. A expectativa é de que, em 50 dias, todos os contratos estejam finalizados e, até setembro, 3 mil novos ônibus comecem a circular no DF.

A escolha da vencedora para atuar na Bacia 3 deve ser divulgada em 20 dias. A Bacia 4 será assumida por quem perder a licitação anterior. Depois de conhecer o resultado, o licitantes terão cinco dias úteis para entrar com recursos administrativos. Para participar da disputa, as empresas devem preencher requisitos como estar em dia com a Receita Federal e ter potencial econômico para atuar. Como garantia, a futura operadora deve depositar entre R$ 8 e R$ 10 milhões para o GDF.

Até agora, duas das cinco empresas previstas para atuar no DF já assinaram contrato com o governo. O compromisso foi firmado em dezembro do ano passado. Com 40% do total da frota, a Viação Pioneira e a Expresso São José foram vencedoras das bacias 2 e 5, respectivamente, áreas de maior abrangência (veja Quadro). As empresas têm até seis meses, a partir da assinatura do contrato, para começar a rodar. Com isso, a expectativa é de que, até julho, os usuários do transporte público tenham à disposição nas ruas os primeiros 1,2 mil ônibus.

O terceiro contrato deve ser assinado até o próximo dia 10. A Secretaria de Transportes analisa a documentação da empresa Piracicabana, de São Paulo, cuja intenção é assumir a Bacia 1. "Temos candidatas para as três bacias (1, 3 e 4). Vamos verificar se as propostas são coerentes e exequíveis", destacou o secretário de Transportes, José Walter Vázquez. A empresa que ganhar a licitação não pode operar em mais de uma área.

"Digno"

Atualmente, o DF conta com 3,9 mil ônibus. No entanto, quando os novos coletivos forem para as ruas, somente 700 dos velhos continuarão na frota do DF. O sistema operacional também será modificado para atender o maior número de passageiros em horário de pico. O certame prevê coletivos com bancos estofados, sistema antiderrapante, câmeras de segurança, controle de bilhetagem e integração. "A população do DF está muito próxima de ter um transporte digno e de padrão que ela merece", afirmou o secretário.

Desde a abertura do processo do novo modelo, em maio de 2011, 134 ações administrativas e judiciais foram movidas contra o GDF, a fim de barrar a licitação. Em 25 de fevereiro, um decreto publicado no Diário Oficial do DF instituiu a intervenção em parte do sistema de transporte público coletivo. O governo assumiu o controle das empresas Viva Brasília, Rápido Veneza e Rápido Brasília, integrantes do Grupo Amaral, do ex-senador Valmir Amaral.

Áreas de atuação

Bacia 1

Brasília, Cruzeiro, Sudoeste, Octogonal, Lago Norte, Sobradinho 1 e 2 e Varjão

417 ônibus

O GDF analisa a documentação apresentada pela Piracicabana, de São Paulo. Se não houver nenhum impedimento legal, a expectativa é de que o contrato seja assinado até 10 de abril

Bacia 2

Gama, Santa Maria, parte do Park Way, Candangolândia, Lago Sul, Jardim Botânico, São Sebastião, Paranoá e Itapoã

640 ônibus

A Viação Pioneira ganhou o processo de licitação e deve assumir o serviço na região. Até julho, novos ônibus devem começar a rodar

Bacia 3

Samambaia, Recanto das Emas, Riacho Fundo 1 e 2 e Núcleo Bandeirante

483 ônibus

Disputam a região as empresas Auto Viação Marechal, de Curitiba, e a Consórcio HP-Ita, de Goiânia. O envelope com as propostas será aberto hoje, e, em 20 dias, o GDF anunciará a vencedora

Bacia 4

Guará, Águas Claras, parte de Taguatinga e de Águas Claras e Ceilândia

464 ônibus

A previsão é de que a área seja atendida pela empresa que perder a licitação da bacia 3. A escolha deve ocorrer em 50 dias, se não houver nenhum impedimento na Justiça

Bacia 5

Brazlândia, Ceilândia, Setor de Indústria e Abastecimento, Vicente Pires e Taguatinga

576 ônibus

Assim como a Viação Pioneira, a Expresso São José venceu processo de licitação e assinou contrato com o GDF em dezembro de 2012. Até julho, a empresa deve assumir o serviço

Nenhum comentário: