domingo, 13 de janeiro de 2013

Serviço Executivo do Sudoeste começa a operar nesta segunda (14)

12/01/2013 - DFTrans

O Serviço Executivo que vai ligar o Sudoeste à Esplanada dos Ministérios vai entrar em operação nesta segunda-feira (14). O diretor geral do Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans), Marco Antonio Campanella, e o presidente da Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB), Carlos Alberto Koch, vão lançar o serviço às 7h, no Terminal Rodoviário do Cruzeiro.

A nova linha, que é a 0.165, circulará entre 7h e 19h, de segunda a sexta-feira, com saídas a cada 15 minutos a partir do Terminal do Cruzeiro. O preço da passagem será R$ 5 e os carros contarão com validadores do Sistema de Bilhetagem Automática (SBA) do DFTrans para registro dos cartões.

O serviço contará com cinco micro-ônibus, com capacidade para 26 passageiros sentados. Os usuários vão encontrar nos carros ar-condicionado, bancos reclináveis e internet gratuita. O percurso terá, ao todo, 23,5 quilômetros e os veículos vão fazer o trajeto em, aproximadamente, uma hora.

Até chegar à Esplanada, os micro-ônibus passarão, entre outros pontos, pelo Terraço Shopping, Palácio do Buriti e HFA.

A necessidade do serviço se baseia em Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (PDAD), realizada pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan). No estudo, constatou-se que 54,4% dos moradores da Região Administrativa Sudoeste/Octogonal trabalham nas administrações públicas federal e distrital, localizadas na área central do Plano Piloto e em lugares como o Palácio do Buriti, Esplanada dos Ministérios, setores de Autarquias e Bancário Sul e Norte, entre outros.

A meta é a expansão da rede de linhas executivas. Linhas que atendam as Asas do Plano Piloto, Águas Claras, Sobradinho, Taguatinga e demais cidades. Seria uma rede expansível da área central em direção das regionais. "O modelo deverá ser estendido a outras regiões do DF. Trata-se de um processo que se descaracterizou ao longo do tempo e precisa ser retomado para atender à população", defende Campanella.

Fonte: DFTrans

Nenhum comentário: