domingo, 28 de outubro de 2012

Habilitadas informam que ainda não têm ideia sobre novos coletivos

27/10/2012 - Jornal de Brasília

As três empresas habilitadas na primeira fase do processo de licitação do novo modelo do Sistema de Transporte Público Coletivo (STPC) – Cidade Brasília, Expresso São José e Viação Pioneira – ainda não têm um planejamento para os novos ônibus. Elas terão de cumprir uma árdua tarefa para atender às exigências do edital que prevê a circulação dos novos coletivos em 2013. Atualmente, todas as três habilitadas possuem veículos rodando pelo DF e desagradam os passageiros pelas condições precárias apresentadas.

De acordo com as habilitadas, uma ideia de como serão os novos ônibus só será colocada em prática após o início da próxima etapa, que engloba a abertura da proposta de preços. Elas garantem, no entanto, que todos os itens e determinações do edital serão cumpridos.

O supervisor administrativo da Expresso São José, Mário Fonseca Filho, ressalta que um planejamento só será iniciado após ter conhecimento sobre em qual bacia a empresa irá operar. "Cada área tem uma característica diferente. Uma região tem um número maior de veículos do que outra. Sabemos de todas as obrigações, mas precisamos fazer cada coisa a seu tempo", informou.

Já o representante da Viação Pioneira no processo de licitação, José Ricardo Biazzo, aponta que a empresa está, no momento, centrada em aguardar os próximos resultados para posteriormente pensar em planejamento. "Temos toda uma programação a cumprir e vamos fazer tudo conforme o edital, mas, primeiramente, vamos aguardar os próximos passos", disse.

Segundo o diretor de planejamento da Cidade Brasília, Maurício Moreira, a habilitação se refere apenas à fase inicial do certame. A empresa garante que os prazos serão cumpridos de forma ágil e eficaz. "Tudo será feito conforme o edital e os novos ônibus oferecerão uma garantia de conforto aos passageiros", aponta.

A situação da frota atual é reprovada pela maior parte dos usuários do transporte público. É o caso da secretária Jandira do Amaral, 47 anos. Ela embarca em um dos coletivos da Viação Pioneira diariamente. "Os ônibus são muito velhos, barulhentos, sem contar que quebram com muita frequência. Está uma situação horrível", reclamou.

A partir de hoje, estão abertos os prazos para que as operadoras não aprovadas possam apelar à Comissão de Licitação. Depois, as empresas terão mais cinco dias úteis para fazer uma contra-argumentação e terão o mesmo prazo para a apelação ao secretário de Transportes, José Walter Vazquez.

A Viação Planalto – conhecida como Viplan– vai recorrer. "A empresa vai procurar seus direitos", informou o vice-presidente, Wagner Canhedo Filho.


Enviado via iPhone

Nenhum comentário: