terça-feira, 14 de agosto de 2012

 Passageiros aprovam microônibus integrados ao metrô que circulam pelas avenidas W3 e L2

14/08/2012 - Jornal de Brasília

Mais duas linhas de micro-ônibus integradas ao metrô começaram a operar no Plano Piloto. A linha 105.4 faz o itinerário circular W3 Norte e Sul/L2 Sul e Norte e a linha 106.2 circula pela L2 Sul e Norte/ W3 Sul e Norte.

De acordo com o DTFrans, cada linha fará 61 viagens diárias nos dias úteis, sendo que a 106.2 também opera aos sábados, com 41 horários, e aos domingos, com 27. A cooperativa responsável pelos micro-ônibus disponibiliza dez veículos para operar nas duas linhas.

O Distrito Federal possui, ao todo, 38 linhas integradas, segundo o DFTrans. O objetivo da integração é fazer com que passageiros que utilizam o cartão eletrônico paguem apenas uma passagem ao fazer duas viagens, o que gera economia aos usuários do transporte público. Para que ocorra a integração, existem algumas regras: o embarque entre os transportes deverá ter um intervalo máximo de duas horas e só é possível quando se utiliza o metrô e um ônibus ou um micro-ônibus. Ou seja, o uso do metrô é obrigatório para se fazer a integração.

O DFTrans explica que a integração não é válida entre transportes de mesma categoria, ou seja, não têm direito à integração usuários que embarcarem em dois micro-ônibus seguidos, ou embarcarem em um micro-ônibus e em seguida em um ônibus, ou embarcarem no metrô, sair da estação e fazer um novo embarque no metrô. Segundo a assessoria da autarquia, a integração completa será possível apenas quando for concluída a renovação da frota de ônibus por meio da licitação, que foi liberada na semana passada pelo Tribunal de Contas do DF (TDF).

A tarifa total da viagem integrada é equivalente à tarifa integral no metrô: R$ 3 nos dias úteis e R$ 2 aos sábados, domingos e feriados. "O passageiro economiza dinheiro, pois se utilizasse um micro-ônibus e o metrô, por exemplo, gastaria R$ 4,50", explica o diretor-geral do DFTrans, Marco Antônio Campanella.

O DFTrans não sabe estimar quantas pessoas são beneficiadas com a integração do sistema atualmente, uma vez que o dado ainda precisaria ser calculado. Mas a autarquia adianta que somente com a entrada dessas novas duas linhas no Plano Piloto, inicialmente cerca de três mil pessoas deverão ser contempladas com a integração.

Os usuários do transporte público aprovam a iniciativa, mas lembram que ainda é preciso aprimorar a integração para que mais pessoas sejam beneficiadas. A rotina da vendedora Dayse Cardoso, 25 anos, inclui pegar dois ônibus para ir ao trabalho. Moradora do Guará, ela trabalha no Lago Norte e seu trajeto não pode ser feito com o uso do metrô. “O Guará tem estações, mas elas ficam muito distantes da minha casa. Por isso, preciso ir de ônibus mesmo. Há dias em que é desanimador”, conta Dayse, que estima gastar até R$ 10 todos os dias.

Nenhum comentário: