sexta-feira, 17 de agosto de 2012

DF terá menos linhas de integração parcial

17/08/2012 - Metro

A troca da frota de ônibus do DF, prevista em licitação, não significará aumento de passagem, afirma José Walter, Secretário dos Transportes, porém a integração não beneficiará todos. As linhas serão disponíveis apenas para quem possui cartões como o vale-transporte. Quem paga passagem em dinheiro até tem direito ao chamado cartão cidadão, mas, ao contrário de cidades como São Paulo e Rio de Janeiro, onde o Bilhete Único é distribuído livremente nas bilheterias, no DF é preciso fazer um cadastro com o CPF no site do DFtrans e esperar a aprovação eletrônica por e-mail antes de buscar o cartão personalizado na sede da empresa responsável, no Conic.

A outra principal mudança prevista pela licitação do transporte público, lançada oficialmente ontem, é na reorganização dos itinerários.O objetivo é diminuir o número de linhas para menos da metade de 1.1 00 existentes hoje.

Atualmente as cidades têm dezenas de linhas diferentes que as ligam ao Plano Piloto. "Faremos com que sistemas menores e locais alimentem cinco corredores principais com as linhas de longa distância e maior velocidade", disse o Secretário de Transportes.

As linhas não vão mudar imediatamente com a chegada dos novos ônibus. A cada semana algumas serão extintas ou remanejadas, para população ter tempo de assimilar as novidades. A adequação deverá durar seis meses e, ao menos durante esse período, a passagem não aumentará.

Nenhum comentário: