domingo, 1 de julho de 2012

Brasília terá transporte público modelo

27/06/2012 - Alô Brasília

Daqui há alguns meses a população do Distrito Federal poderá usufruir de novos meios de transporte público. Dentre as ações do Governo do DF (GDF) para melhorar o sistema está o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Mobilidade que engloba as obras do Veículo Leve sobre Pneus (VLP), também conhecido como Expresso DF que ligará Santa Maria e Gama ao Plano Piloto, o Corredor Oeste que interligará a Estrada Parque Taguatinga (EPTG) e Setor de Indústria e Abastecimento (SIA) ao Plano Piloto, as novas frotas de ônibus e a ampliação do metrô.

As obras executadas pelo Departamento de Estrada de Rodagem (DER) do Expresso DF já estão em andamento e foram orçadas em R$ 530 milhões. De acordo com o órgão, a intenção é de que sejam entregues até julho do ano que vem. Além disso, os veículos estarão interligados com as estações de metrô do Terminal da Asa Sul e do Parkshopping. Segundo o DER, a expectativa é que o novo sistema reduza o tempo de viagem de 90 minutos para 40 minutos.

Os veículos terão capacidade para, pelo menos, 200 passageiros. Os ônibus com dois compartimentos terão espaço para 160 passageiros. Já os biarticulados, equivalente a três ônibus convencionais, comportarão até 200 usuários. Os ônibus circularão em faixas exclusivas, criadas nos canteiros centrais ao longo de quase 42km de corredor.

Já de acordo com a Secretaria de Obras do Distrito Federal, os projetos relacionados às obras do Corredor Oeste, túnel que será construído sob Taguatinga, estão em fase de atualização e, em seguida, serão encaminhados ao agente financeiro para análise e liberação dos recursos. O órgão ainda informou que o prazo previsto de conclusão é de 20 meses, a partir da assinatura do contrato com as empresas que serão selecionadas por meio de licitação.

Ônibus e metrô - Apesar da licitação para a renovação da frota de ônibus ainda estar suspensa pelo Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF), a Secretaria de Transporte afirmou que o GDF almeja a execução de um novo modelo para o transporte público coletivo no DF. De acordo com o órgão, o modelo representa um marco na história e demonstra o compromisso da atual gestão do GDF em atender aos anseios da grande maioria da população que efetivamente necessita e utiliza, diariamente, o transporte coletivo para o exercício do direito de mobilidade como vetor de desenvolvimento econômico e social.

Quanto a ampliação do metrô, a Companhia do Metropolitano do DF explicou que o projeto de expansão prevê a ampliação de 7,5 km de via, sendo 2,5 km em Ceilândia, 4 km em Samambaia e 1 km na Asa Norte. De acordo com o órgão, o projeto está em fase de licitação para elaboração do projeto básico e, logo em seguida, será iniciado processo licitatório para contratação da empresa que realizará as obras.

Nenhum comentário: