terça-feira, 5 de outubro de 2010

Rodoviários da Coopatram em Planaltina permanecem em greve há sete dias

04/10/2010 - Correio Braziliense

Os rodoviários da Cooperativa dos Profissionais de Transporte de Samambaia (Coopatram) continuam com a greve, iniciada na última terça-feira (28/9). Nesta segunda-feira (4/10) faz sete dias que nenshum dos 80 ônibus circulam. Cerca de 60 mil moradores do Vale do Amanhecer e de Arapoanga ficaram com o transporte para o Plano Piloto prejudicado. 

Segundo a assessoria da Coopatram, foi feita uma proposta de adiantamento de 10% da arrecadação diária em dinheiro aos motoristas e 5%, aos cobradores. Essa seria uma forma dos funcionários retomarem as atividades, mas eles não aceitaram.

A assessoria afirma, ainda, que houve uma tentativa de colocar 30% dos ônibus nas ruas nesta segunda-feira (4/10) - o equivalente a 10 veículos - mas, o Sindicato dos Rodoviários não teria permitido a ação. Eles dizem que cerca de 35 empregados querem voltar ao trabalho.

Um dos diretores do Sindicato dos Rodoviários, Diógenes Nere, disse que não houve proposta alguma por parte da cooperativa. "Nós não impedimos que a quantidade mínima da frota permitida por lei rode, mas os rodoviários que não querem", explicou Diógenes.

Os funcionários da Coopatram não recebem salário desde o dia 16 de setembro. A dívida chega a aproximadamente R$ 1,1 mil para motoristas e R$ 780 a cobradores. 

De acordo com a assessoria de imprensa do Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans), as linhas prejudicadas receberam desde semana passada um reforço de 60 ônibus de outras empresas.

Nenhum comentário: