sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Tiros e agressões em greve de rodoviários


  Redação Jornal Coletivo - 26/08/2010
Funcionários da Coopatran iniciaram um protesto, por volta das 3h da madrugada de hoje, em Planaltina, reivindicando pagamentos atrasados. De acordo com moradores, os funcionários atearam fogo e estacionaram um trio elétrico em frente à garagem da cooperativa, impedindo a entrada e saída de ônibus. Os grevistas também fecharam a rodovia com piquetes e veículos, impedindo o trânsito no sentido Planaltina-Brasília. Cerca de 20 mil usuários do transporte urbano na regional ficaram prejudicados com o protesto. O motivo da paralisação é o atraso no pagamento dos tíquetes refeição, cestas básicas e produtividade, além do descumprimento do acordo coletivo, em que foi definido um aumento de salário. Renata Elias, que mora próxima da garagem da Coopatran, disse ter ouvido disparos de tiros durante a madrugada, mas não soube informar quem seriam os agressores. “Só está circulando transporte pirata cobrando R$ 15 a passagem. Isso é revoltante.”

Nenhum comentário: