terça-feira, 27 de julho de 2010

Ônibus devem voltar a circular normalmente nesta quarta-feira em Águas Lindas de Goiás



Publicação: 27/07/2010 18:57 Atualização: 27/07/2010 19:49 - Correio Braziliense
Os ônibus devem circular normalmente em Águas Lindas de Goiás (GO), a partir desta quarta-feira (28/7). A informação é do motorista da empresa Taguatur Ricardo Cavlacante. De acordo com o rodoviário, a categoria decidiu encerrar a greve e 30% da frota já voltou a rodar nessa terça (27) para garantir a volta para casa dos passageiros. 
   
A decisão foi tomada depois de uma reunião realizada na tarde desta terça-feira (27/7), entre o Sindicato dos Rodoviários do Entorno, representantes da empresa Taguatur, Santo Antônio e Vian, e o prefeito de Planaltina de Goiás (GO), Geraldo Messias. Inicialmente, mesmo correndo risco de perder os empregos, os rodoviários haviam decidido pela greve. Porém, mudaram a decisão mais tarde.

Durante a tarde o clima no local era de racha entre os manifestantes. Eles discutiam um desmembramento do sindicato por acreditarem que a categoria se vendeu às empresas. Um dos motivos seria a assembleia realizada neste domingo (25), que decidiu o aumento das passagens em 6% e foi realizada sem a presença dos rodoviários de Águas Lindas. Os funcionários alegam que não tiveram condições de chegar a tempo ao local.

Porém, o sindicato da categoria representa todo o Entorno, e é isso que conta para a Justiça. Dessa maneira, a chance deles barrarem a aumento das passagens foi perdida.

Com essa decisão da Justiça, as empresas já entraram com o pedido de ilegalidade da greve. Elas tinham condições de demitir os funcionários por justa causa por terem feito greve com um acordo já assinado.

Entenda

Nenhum ônibus que faz o trajeto Águas Lindas - Brasília, das empresas Taguatur, Santo Antônio e Vastur, saiu da garagem nesta terça. De acordo com o Sindicato dos Rodoviários do Entorno, alguns funcionários ficaram insatisfeitos com o reajuste de 6%, acordado no último domingo com a classe patronal da categoria. Como protesto, eles paralisaram as atividades esta manhã.

Os rodoviários também estão insatisfeitos com o sindicato. Segundo eles, o acordo foi feito sem que a categoria fosse consultada. Entre as reivindicações, estão a equiparação dos salários, ticket alimentação e cesta básica com o DF, além do pagamento de horas extras de trabalho. Sebastião Rodrigues, gerente operacional do Grupo Amaral - dona de algumas empresas - diz que os patrões vão analisar a proposta, mas não há data definida para o encontro.

Nenhum comentário: